Contador de visitas

contador de visitas para site

segunda-feira, 25 de março de 2013

PERSEGUIDO POR PISTOLEIROS E EXECUTADO A TIROS DENTRO DE BAR
 



 BAHIA - A polícia de Itabuna procura por dois pistoleiros que executaram Antonio Genezio dos Santos Filho, 34 anos, o Kojak, na tarde  deste domingo (24). Ele foi perseguido no bairro do Gegeu Rocha por dois matadores que deflagraram vários tiros ao ser encurralado dentro de um bar. Mais de 20 disparos de pistolas, segundo a polícia, com os assassinos empreendendo fuga num carro preto que já os aguardava na rua. (VermelhinhodaBahia) 
 




QUEBROU PESCOÇO E MORREU EM ACIDENTE COM MOTO


Ariquemes - Mulher morre em acidente na BR-364, na noite de sexta-feira. Ariquemes - Mulher morre em acidente na BR-364, na noite de sexta-feira.
RONDÔNIA -  Ismarinda Teodoro de Oliveira, de 45 anos, quebrou o pescoço e morreu na hora. Ela e o esposo, de 52 anos, estavam trafegando pela BR-364, em Ariquemes, quando próximo ao Viola Lanches, passaram por um buraco vindo a perder o controle da moto, colindo em uma árvore. O condutor sofreu fraturas diversas e seu estado é gravíssimo.


Polícia Federal captura em Mato Grosso chefão do crime boliviano apontado como “Senhor das Armas”
http://3.bp.blogspot.com/-apL5VFDQuso/TnaOkn9NcsI/AAAAAAAADzc/ladMYgJIzaE/s1600/fairfax-225x300.jpg
 Foi preso em Cáceres o boliviano Heber Carlos Barbieri Escalante, 32, conhecido na área de fronteira como “Senhor das Armas”. A prisão faz parte das investigações coordenadas pela Delegacia Federal de Sorocaba, que em 7 fevereiro passado efetuou a apreensão de 400 quilos de pasta de cocaína. Um dos envolvidos foi preso, na apuração chegou-se ao nome de Heber Escalante como um dos chefões da organização criminosa. Além de prática de entorpecentes, Escalante introduz armas em território brasileiro provenientes da ‘zona livre de tráfico’ da Bolívia. Embora jovem, o boliviano é apontado como um dos principais negociadores de armas pesadas com grupos criminosos brasileiros como o Primeiro Comando da Capital, o PCC de São Paulo e com o Comando Vermelho (CV), dos morros do Rio de Janeiro. (CáceresOnline)
Aconteceu em MT
Morreu com  bucho e garganta  rasgado  a facadas por ter negado cigarro ao amigo assassino!
 http://expressopb.com/wp-content/uploads/2012/03/homem-esfaqueado-bayeux2.jpg

O trabalhador Francisco Pereira, de 40 anos, foi assassinado a facadas no pescoço, pulmão e barriga, após uma discussão com um amigo em sua própria casa, na cidade de Sinop (a 500 quilômetros da Capital).  O assassinato ocorreu por volta das 22h de domingo (24). Francisco ainda chegou a  ser atendido pelo Samu, mas não resistiu. O acusado  foi autuado em flagrante por homicídio, após ser imobilizado por testemunhas do crime. A vítima teria negado a entregar um cigarro e acabou morta. Agindo rápido, a polícia impediu linchamento do matador.
Teté Bezerra: turista de primeira linha no governo Silval Barbosa

Nos próximos meses de abril e maio, a secretária de Turismo do Estado, deputada estadual licenciada Teté Bezerra (FOTO) vai passar boa parte do seu tempo fora do gabinete - e também do país. Em atos publicados no Diário Oficial que circula nesta segunda-feira (25), o governador Silval Barbosa (PMDB) autoriza a secretária a viajar para três países: México, Estados Unidos e Uruguai. Teté deve participar de eventos promovidos pela Embratur, mas as despesas serão pagas pelo contribuinte mato-grossense.

De quebra, a secretária vai levarà tiracolo as assessoras Gislayne Patrícia de Paula Arrida, Vanessa Ulrich Spinelli e Daniela Freitas Ferreira Fernandes. Não é por nada não, mas, desde quando assumiu a Secretaria de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur), há dois anos, Teté Bezerra tem passado grande  parte do tempo no circuito Europa-EUA-América do Sul. Até o fim do atual Governo, segundo as más línguas, para concluir seu tour mundial, ainda deverão ser cumpridos roteiros na África, Ásia e até no Oriente Médio.
(MídiaNews)
Pistoleiro famoso volta a Cuiabá para novo julgamento

 O pistoleiro e ex-policial militar Célio Alves de Souza desembarcou, hoje, no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, sob forte esquema de segurança. Preso na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS), ele ser submetido à júri popular, amanhã, no Fórum de Cáceres, pela tentativa de homicídio cometida contra o capitão da Polícia Militar Evandro Alexandre Ferraz Lesco.
O crime ocorreu em julho de 2007, durante ação policial para captura de Célio.Foi preso em 2007 acusado de multriplos crimes e de estar a serviço de Organização Criminosa desbaratada pela PF.


Trabalhador morre atingido por bala perdida enquanto assistia TV em Mato Mato Grosso


Um homem de 57 foi atingido por uma bala perdida e morreu no final da noite de domingo (24), no bairro Ouro Verde, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Segundo a Polícia, Antônio Santana da Costa, 57, estava em sua casa, assistindo TV, quando foi baleado. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no Pronto-Socorro da cidade. A polícia informou ainda, que a vítima mora em frente a um bar, onde uma festa acontecia. O suspeito teria se desentendido com um homem e disparou tiros que acabaram atingindo Antônio. O suspeito está foragido. Crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Ao denunciar roubalheiras em 2012, mesmo sem ser profeta, ex-prefeito Roberto França antecipou caos financeiro vivido hoje pelo governo Silval Barbosa, com futuro negro para as próximas gerações


 Em 2012,criticando a decisão do Governo de Mato Grosso em promover cortes orçamentários na ordem de R$ 1,1 bilhão naquele ano, o apresentador de TV e ex-prefeito de Cuiabá não apenas denunciou roubalheiras nos altos escalões do governo, como previu futuro sombrio para o Estado, com as obras (a partir de então) tocadas maciçamente com financiamentos bancários. Casos mais específicos: VLT, Arena Pantanal, trincheiras, pontes e rodovias. Em comentário duríssimo durante seu programa Resumo do Dia (TV Rondon), o polêmico apresentador revelou que o déficit financeiro juntamente com os restos a pagar com fornecedores do Governo de Mato Grosso era na época de de R$ 940 milhões (com sérios riscos de triplicar em 2013). "Precisamos saber como esta fortuna sai pelo vão dos dedos", analisou. O apresentador afirmou ser lamentável verificar denúncias de corrupção como a emissão milionária fraudulenta de cartas de crédito e também juros pagos para empreiteiras. "É carta de crédito com esquema. É empreiteira que faz acordo para receber R$ 30 milhões e recebe R$ 300 milhões. Desse jeito, não há cofre que resista", denunciou. E como que prevendo o caos financeiro que enegreceria brevemente o futuro, ou seja, já a partir de 2013, Roberto França profetizou: "é inaceitável o Governo de Mato Grosso paralisar os investimentos em obras com recursos públicos. Só teremos a partir de agora obras com recursos federais ou empréstimos que nossos filhos pagarão no futuro".
FUNDO DO POÇO
Dificuldades em honrar contratos com locadoras obriga governo Silval Barbosa a retirar viaturas policiais das ruas

O governo estadual retirou dezenas de viaturas policiais das ruas, no início de Março, operando no trabalho ostensivo, devolvendo-as para as  empresas locadoras (carros da PM e PC são todos alugados!), com sedes fora de Mato Grosso. O "facão" atingiu a Capital e Interior. Em Cuiabá  foram  15. As empresas que locam veículos para o Estado estavam ameaçando romper contratos por falta de pagamento, o que originou o "corte".
Cuiabá Sem Copa

 IMPASSES JURÍDICOS/FINANCEIROS E OBRAS DA COPA PANTANAL PARADAS EM CUIABÁ


A STER Engenharia, responsável pela construção de 3 trincheiras: Santa Rosa, Jardim Cuiabá e Mario Andreazza, ainda não foi substituída pelas licitantes classificadas em segundo lugar. O problema está em que a SOBELTAR, contratada para construir a trincheira da Avenida Jurumirim já registra, na própria obra, um atraso superior a 150 dias. O Consórcio Planserv/ Engeponte é a segunda colocada para assumir a trincheira da Mário Andreazza nas condições propostas. Uma eventual recusa encaminha a situação para o "Contrato Emergencial". (TURMADOEPA)

 Senador Blairo Maggi reconhece lentidão das obras da Copa Pantanal

 O senador Blairo Maggi (PR), considerado um dos principais atores da conquista da vinda da Copa do Mundo 2014 para Cuiabá, avaliou neste domingo (24) que os preparativos da cidade para o mundial, feitos pelo Governo do Estado, ainda estão aquém das expectativas. “Andando na cidade também entendo que as obras estão um pouco atrasadas, ou pelo menos deveriam estar mais adiantadas”, afirmou o ex-govenador. “Mas é a situação que nos encontramos neste momento e temos todos nós que trabalhar daqui pra frente para acelerar isso”, completou. (OlharDireto)
Só Trambique e "Nhapação" no Governo Barbosa 

 Nem bem assumiu o cargo, o secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar de Mato Grosso, Meraldo Figueiredo Sá (PSD), começa a fazer estripulias financeiras. Sem licitação, ele contratou nesta semana a empresa Transamérica Serviços de Vigilância e Segurança Ltda para fornecer segurança armada ao prédio da pasta por R$ 322,757 mil. (ODocumento)


 "Cano" em vovozinhas! 
Velhinhos de Tapurah cobram promessa de Silval Barbosa feita há dois anos

 Lar dos Idosos de Tapurah (Norte MT) aguarda há 2 anos apoio do Governo Estadual para viabilizar transporte de enfermos e dos fazem fisioterapia a cinco quilômetros do local. Aguarda com muita paciência o cumprimento de uma promessa feita pelo governador Silval Barbosa em visita ao município há dois anos e "reforçada" no ano passado de que repassaria um veículo adequado para o transporte dos pacientes atendidos na entidade. Frequentemente um grupo precisa se deslocar para sessões de fisioterapia e enfrenta dificuldades com o transporte. A instituição existe há cerca de quatro anos é mantida pela ONG OAMASH (Organização dos Amigos do Meio Ambiente e Ser Humano) e funciona numa escola que foi desativada. A entidade sobrevive através de doações de empresas e pessoas físicas.
 FUNDO DO POÇO!
INDEA sem combustível, toner para emitir documentos e ainda com 6 meses de "cano" nas diárias de funcionários!


Fonte do Cacetão Cuiabano informou que a crise financeira que grassa o governo Silval Barbosa chegou ao INDEA. Mesmo com recebimento de novas viaturas, recentemente, falta combustível para coloca-las em campo, em andamento nas áreas rurais, além de manutenção para as mais antigas, e já sucateadas. E mais: não estão tendo como emitir documentos como Guia de Trânsito Animal (GTA) dentro das unidades locais de execução por falta de toner. Além disso, as diárias para os fiscais executarem os serviços de campo também não são pagas há 6 meses. 
FUNDO DO POÇO
Mais uma grande construtora caindo fora de Cuiabá por conta de calote milionário nas obras da COPA Pantanal
 

 Uma notinha no Diário de Cuiabá (Cuiabá Urgente), no domingo (24) deixou muita gente de cabelo em pé. O DC sempre sabe das coisas em primeira mão, mas "atado" até o pescoço com o governo Silval Barbosa, faz suspense e deixa tudo em "off" em se tratando de BOMBAS. Ao que parece, uma outra grande empresa deverá "picar a mula " de Cuiabá nas próximas horas, por conta de CALOTE Milionário. Leia:Apesar do governo afirmar que os pagamentos das obras da Copa estão em dia, uma grande empreiteira responsável por uma obra em Cuiabá ameaça também deixar a cidade. É grave!
PODEROSO CHEFÃO!
SILVAL BARBOSA: Investidor arrojado e bilionário, vivendo momentos angustiantes!
Silval Barbosa, que fará as promoções
O pavor toma conta de alta cúpula do Palácio Paiaguás, agora torcendo pela não entrada da Polícia Federal no caso que envolve a prisão do multimilionário Filadelfo dos Reis Dias. DETALHE INTRIGANTE: Em nenhum momento o governador Silval Barbosa (ou algum parente seu) é citado na denúncia que levou a prisão do mega empresário no ramo de mineração em MT, Rondônia e Pará, Filadelfo   Dias, algemado pelo Gaeco quando descia do próprio avião no Aeroporto Marechal Rondon, neste último domingo. No entanto, um dos seus "sócios"  (do  agora angustiado governante!) em mineradoras, agropecuárias  e também na construção civil, além de outros empreendimentos, Vanderley Facheti Torres, o Vanderley da Trimec, está em todas as páginas do inquérito policial e da denúncia contra Reis, após grave atentado a bala  numa das mineradoras que o grupo (do qual o prefeito Mauro Mendes também participa) possui em Várzea Grande, na Fazenda Ajuricaba, em Praia Grande, onde se descobriu gigantesco filão de ouro... Alguem pode "abrir o bico", e isto martiriza a alma dos envolvidos na trama, ainda ocultos sob espesso tapete de lama.

Só para entender o caso, Valdinei Mauro de Souza era sócio do Filadelfo em empresas de mineração e outros setores. E para entender também o poder de fogo de Reis, seu conglomerado atua nas áreas de mineração, energia, construção de casas populares e companhia de saneamento, sendo peça chave  a BMM Investimentos e Participações, uma empresa ao estilo das "emprestadoras de dinheiro" do Comendador João Arcanjo, com investimentos em ações, envio de dólares para o exterior, etc., etc.... Razão pela qual, nos meios políticos, não apenas pela imensa fortuna que possui, Reis Dias é apontado hoje como substituto do Comendador, mais forte até que o poderoso Waldir  Piran, sediado em Brasília. 
A saída do Valdinei em 2011 tinha uma razão maior, além de descontentamentos mútuos. Ia unir forças com dois dos maiores empresários do Estado, um deles ostentando a fortuna abertamente (embora esconda grande fatia da Receita Federal), o atual prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, e o outro, Silval Barbosa através de um dos seus "sócios",  o Vanderlei da Trimec,  que  de tão sábio e precavido, dirá que saiu "pobre" do Palácio Paiaguás, em janeiro de 2015 (não deixará a cadeira de governador por mais pressões que sofra!)... Levantamentos sigilosos da Polícia Federal apontam-no como bilionário  (seguindo passos do também minerador Eike Batista) por conta de grandes investimentos em imóveis urbanos, fazendas e mineração no Pará, Mato Grosso e ultimamente Rondônia. Tudo que sai das minas é lucro em dobro!..  E nas fazendas, milhares de bovinos ajudam a  esquentar "frutos" das maracutaias palacianas,  longe dos olhos da Receita Federal.Como não tem nada em seu  nome, nada se pode contra ele, por mais subsídios que se tenha em mãos. 
De tão ardiloso e eficaz em suas negociatas, nem mesmo após a frustrada tentativa de dupla execução em abril de 2012 (destacada noutra matéria abaixo) Barbosa e Reis viraram inimigos. Talvez por desconhecer a figura do PODEROSO CHEFÃO por trás de Torres. Tanto que, nas eleições do mesmo ano, aparentemente ainda p... da vida com valdinei e Mendes, injetou R$ 100 mil na campanha de Lúdio Cabral para prefeito... Dinheiro vivo, evaporado nas mãos de Eder Moraes e outros "financistas" do comitê petista.
CONFIRA ALGUNS TRECHOS DA LONGA DENÚNCIA:
Consta dos autos que o indiciado FILADELFO DOS REIS DIAS e a vítima Valdinei Mauro de Souza eram sócios na empresa BMM Participações e Investimentos LTDA, sendo que no ano de 2011 a referida sociedade veio a se dissolver. Revelam os autos que ainda na constância da sociedade com Valdinei o indiciado FILADELFO possuía e demonstrava intenso e indisfarçável interesse em adquirir a propriedade rural “FAZENDA AJURICABA”, uma vez que esta é detentora de grande potencial aurífero, contudo, as negociações de aquisição da fazenda não se concretizaram.Segundo restou apurado, após a dissolução da sociedade, o indiciado FILADELFO e a vítima Valdinei se desentenderam por motivos comerciais, o que, inclusive, culminou em ameaça de morte praticada por FILADELFO em desfavor de Valdinei na data de 09/01/2012 no interior da cafeteria “FRANZ CAFÉ”, em Cuiabá/MT. 
Em razão de tal ameaça, embora tenha prosseguido sua vida normalmente, já se precavendo de que o pior poderia acontecer a vítima Valdinei adquiriu um veículo Hilux, cor preta, com blindagem nível III-A, que passou a ser seu veículo de locomoção a partir de então.Passados alguns meses, mais precisamente em abril do ano de 2012 a vítima Valdinei compôs uma nova sociedade, agora então com os empresários Mauro Mendes Ferreira e a ora vítima Wanderley Facheti Torres, ocasião em que os três passaram a negociar a aquisição da FAZENDA AJURICABA, a qual anteriormente havia sido objetos de negociações infrutíferas do indiciado FILADELFO.
Embora estivesse tudo acertado sobre a compra da referida fazenda, os documento de aquisição seriam assinados somente na data de 13 de abril de 2012, contudo, desde o dia 04 do mesmo mês os novos proprietários já iniciaram estudos sobre a garimpagem na propriedade.
Após o início dos estudos auríferos, passou a ser de costume diário da vítima Valdinei ir até a propriedade para observar e fiscalizar o trabalho de seus funcionários, isto em torno das 16h00min.Ocorre que, se em razão dos já mencionados desacordos comerciais, o indiciado FILADELFO já planejava eliminar seu então desafeto Valdinei, sentimento este que foi sobejamente dilatado ao tomar conhecimento da compra da FAZENDA AJURICABA, ocasião em que resolveu colocar em prática o plano homicida, designando seu subordinado e ora indiciado MARCELO para que ele contratasse pessoas suficientemente “preparadas” e “qualificadas” para a empreitada homicida. Revelam os autos que MARCELO era amigo do indiciado JOSINEI, sendo este pertencente a uma quadrilha fortemente armada e organizada que cometia os mais terríveis crimes nestas terras mato-grossenses e em outros rincões, tendo ficado acertado que a ação criminosa deveria ser empreendida de modo a parecer se tratar de mero crime contra o patrimônio seguido de morte e não o que efetivamente se desejava – um HOMICÍDIO MERCENÁRIO, qual seja, POR MANDATO REMUNERADO. 
Neste ponto, destaco que o indiciado MARCELO negou em seu interrogatório conhecer a pessoa de JOSINEI, contudo, restou provado no transcurso das diligências investigativas policiais que este último fora visto na empresa de FILADELFO em mais de uma ocasião, inclusive sendo apresentado por MARCELO como seu amigo.Consta nos autos que os bandidos obtiveram todas as informações sobre a fazenda e a rotina dos trabalhadores e dos proprietários através do indiciado AILSON, que era caseiro da FAZENDA AJURICABA desde antes da venda e lá permaneceu como caseiro do local após as negociações relativas à alienação da mesma. 
========================
========================
CRIME ORGANIZADO ENRAIZADO NO PAIAGUÁS!!!
======================
CASTELO DESMORONANDO???
===============
Prisão de um  mega empresário do setor de mineração em Mato Grosso coloca Palácio Paiaguás em polvorosa

  


LIGAÇÕES OCULTAS: Silval Barbosa sócio de Vanderley Torres, sócio do sócio de Mauro Mendes... E Lúdio Cabral "dançou"!!!


O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) prendeu o empresário Filadéfio dos Reis Dias, mega empresário do ramo de mineração em Mato Grosso, Pará e Rondônia, apontado como " ex-sócio" dos também grandes empresários Valdiney Mauro de Souza e Vanderley Fachetti Torres, o Wanderley da Trimec, poderoso construtor com obras de vulto conseguias em licitações do governo, e que a vem a ser "amigo do peito" do governador Silval Barbosa, de quem também é apontado como sócio (por baixo dos panos), sendo um dos maiores  doadores da campanha de Silval em 2010 para reeleição. Além de atuação brilhante na captação de recursos para abastecer o CAIXA II da campanha.

MUITO DINHEIRO EM JOGO... LÚDIO CABRAL FERRADO!

O entrelaçamento de grandes negócios entre os personagens deste "conto de fadas" é tão abrangente e comprometedor, que Valdiney, fortíssimo no ramo de mineração (extração de ouro, venda de areia, cascalho e brita) vem a ser, nada mais nada menos, que sócio em mineradoras do prefeito Mauro Mendes, o homem que hoje manda e desmada (mais desmanda que manda fazer!) em Cuiabá. E que vem a ser (o governador) SÓCIO dos SÓCIOS de Mauro em vários empreendimentos no Estado...  Daí a razão de Silval Barbosa ter feito "corpo mole" dado CARTA BRANCA para Mauro  detonar a imagem e candidatura de Lúdio Cabral em 2012, assim que o BOM MOÇO começou a crescer nas pesquisas, chegando a ultrapassar Mendes. 

PF NA JOGADA: CONTRABANDO DE OURO, DIAMANTE E EVASÃO DE DIVISAS

E tudo encaminha para o que pode ser a ponta de um iceberg para uma operação ampliada, envolvendo a Polícia Federal e MPF, conforme levantou o site Olhar Direto, em Cuiabá, um dos primeiros a focalizar a BOMBA, com grandes possibilidades de resultar em muitas outras prisões, incluindo aí o próprio governador Silval . De evasão de divisas, contrabando de ouro e diamante  para o exterior a assassinatos, os crimes são preocupantes. 

TÃO PODEROSO QUANTO COMENDADOR JOÃO ARCANJO

Nos bastidores do meio político mato-grossense o empresário preso neste final de semana, quando desembarcava no Aeroporto Marechal Rondon, é considerado uma espécie de lua preta, ou eminência parda com forte influência política. Nos corredores do Ministério Público e da Polícia Civil, ele é considerado um “novo Arcanjo em Mato Grosso”. Um funcionário ligado ao empresário também foi preso, no mesmo local, acompanhando o patrão. As informações extraoficiais (nenhuma coletiva ou nota oficial até o momento!) dão conta que os presos Filadélfio dos Reis Dias e Marcelo Takahashi, são respectivamente dono e diretor financeiro da BNM Mineração. O empresário estava sendo investigado há cerca de um ano.

MISTÉRIO, SOCIEDADES E BALAS

 Filadelfo foi apontando por seu ex-sócio, Valdinei Mauro de Sousa, como principal suspeito de ter arquitetado um atentado em março de 2012,  do qual ele  e Vanderley da Trimec só não morreram porque tiveram proteção da brindagem de uma camioneta, que resistiu a tiros de pistola e metralhadora.  Na época, foi este o relato:  Uma camionete blindada salvou a vida dos empresários Wanderley Torres, da construtora Trimec, e Valdinei Mauro de Souza, o Nei, sócio em mineradoras de Mauro Mendes, pré-candidato a prefeito de Cuiabá. Os dois foram surpreendidos nesta quarta à noite, no distrito de Praia Grande, em Várzea Grande, quando estavam a caminho do garimpo dentro da fazenda da qual são proprietários. Quatro homens armados, em um carro de passeio roubado antes dispararam cerca de 16 tiros contra o veículo. Nenhum acertou Wanderley e Nei porque estavam num carro blindado. Wanderley é um empreiteiro bem articulado. Toca várias obras tanto do governo estadual quanto federal e opera nos bastidores, principalmente em período de campanha eleitoral.

=====================
 PUBLICADO EM 13/03/2013, no CACETÃO CUIABANO

LAVAGEM DE DINHEIRO PÚBLICO ENVOLVENDO OBRAS DA COPA PANTANAL
===============


A Justiça Federal, a PF e o MPF estão cientes da denúncia e já investigando...  Dois fortíssimos grupos empresariais, com contratos "de gaveta" formalizados por  pessoas intimamente ligadas ao Governo Silval Barbosa, estão faturando altíssimo com extração ilegal de ouro na Baixada Cuiabana e venda dos sub-produtos (areia, cascalho, brita e aterro) aos consórcios que tocam obras da Copa Pantanal, em Cuiabá e Várzea Grande. Com o quilo do ouro custando hoje cerca de R$ 100 mil, os grupos passaram a arrendar e comprar sítios, chácaras e fazendas na Baixada, extraindo o minério sob "capa" de MINERAÇÃO LEGAL de cascalho, areia e brita. Extraido, derretido, barras do  metal precioso seguem  ilegalmente para venda no exterior (sem conhecimento da Receita Federal, mas com aparente conivência de funcionários da Sema, Ibama, entre outros). E os sub-produtos da garimpagem são vendidos (cada caminhão) a preços superfaturados às empreiteiras que tocam obras da Copa 2014. Um negócio lucrativo, seguro e danoso apenas para a natureza. LAVAGEM DE DINHEIRO PÚBLICO com retorno garantido. O superfaturamento deve constar no  relatório do TCE-MT, prometido para a próxima semana, caso não sofra "modificações de última hora".
 
===============================================
===============================================
===============================================
 
 
 Mato Grosso precisa saber!
===============
TRAMA DIABÓLICA OCASIONOU DERROTA DE LÚDIO CABRAL EM CUIABÁ
 
(Ely Santantonio)
 
Com tudo lascado e caminhando para pior, vou fazer uma revelação que chocará Mato Grosso e especialmente o PT do carismático vereador Lúdio cabral (FOTO), derrotado por Mauro Mendes nas eleições de 2012.
================
A candidatura do Lúdio, abraçada às pressas pelo governador Silval Barbosa e outras lideranças ligadas ao seu grupo político, surgiu em decorrência da desistência do empresário Dorileo Leal em fazer "figuração" nas eleições para prefeito, consumando por antecipação a vitória de Mauro.
================

Antes que surgisse um outro candidato forte e com sede de vitória, PMDB e partidos submissos assumiram a candidatura do vereador Lúdio Cabral, na época repelida por grande parte dos petistas, dentre eles a ex-senadora Serys e seu grupo, que acabou migrando para o lado de mendes, numa ação comemorada pelos novos apoiadores de Cabral.
================
Mas o jovem vereador surpreendeu a todos no decorrer da caminhada,  principalmente após o início das propagandas eleitorais em rádios e TVs. Carismático, humilde, transparente, transmitia tudo de bom para a população mais carentes da Capital, até então aversa à pompa imperial do adversário Mauro mendes.
================
Lúdio cresceu, passou a ameaçar Mendes nas pesquisas, originando então, ainda no primeiro turno, desespero total por parte dos "novos apoiadores" do jovem candidato petista, comprometidos até o pescoço com rendosas sociedades secretas junto a apoiadores de Mauro Mendes e até mesmo com o próprio... Lúdio Prefeito de Cuiabá: PREJUIZO GARANTIDO. E ao invés de comemorar (aqui começa a prometida revelação!), 40 dias antes da primeira votação, numa reunião emergencial em Cuiabá, ficou decidido entre representantes das duas candidaturas (sem que Lúdio nada soubesse) o seguinte:

01) - Corte de recursos para contratação de cabos eleitorais, gastos gráficos, instalação de novos comitês nos bairros e área rural (locais de maior crescimento da candidatura petista)...
Tal decisão resultou ainda  em dívida monstro de R$ 2 milhões, só descberta por Lúdio após a derrota no segundo turno;

02) - Intensificação pelo lado Mauro Mendes de denúncias contra Lúdio Cabral, através de jornais tabloides e panfletos, com tiragens superiores a 100 mil exemplares (impressos nas gráficas Folha do Estado, Print, Defanti e outras menores), para "forrar" a perferia cuiabana e zona rural. O que acabou ocorrendo de forma maciça, sem qualquer apreensão ou punição... Tudo previamente combinado;


03) - Garantia absoluta de que nenhum revide, nenhuma denúncia contra Mauro Mendes seria arquitetada, fomentada ou patrocinada pelo financeiro da campanha de Lúdio, a época comandado entre outros pelo "Homem Bomba" Eder Moraes, hoje representante oficial do Governo Barbosa em Brasília.
  O abrupto corte de recursos resultou numa dívida de R$ 2 milhões, até hoje pertubando a vida de Lúdio Cabral, sem que o governador Silval Barbosa (principal responsável e com centenas de vezes mais recursos que o agora ex-vereador) se ofereça para ajudar na quitação;

04) - Convencer o candidato Lúdio Cabral de que a "melhor estratégia" era NÃO REVIDAR, seja em entrevistas coletivas ou nos programas eleitorais gratuitos, procurando sempre passar a imagem de  BOM MOÇO, vítima de calúnias e difamações... Ele entrou na "onda" e perdeu. Sua imagem de político honesto, com princípios religiosos, médico caridoso, foi "excomungada" pelos eleitores humildes e desinformados ante denúncias (em panfletos e tabloides) de apoio a ABORTO, MÉDICO MALTRATADOR DE POBRES, fiananciado  por "FICHAS SUJAS" COMO JOSÉ RIVA,

EDER MORAES, CARLOS BEZERRA...
E outras piores!
===================
Como sei de tudo isto?...
Cuiabá inteira (ou pelo menos  parte dela - a mais letrada) tem conhecimento dos estragos causados pelo jornais "Diário do Povo" e "Liberal" na candidatura de Mauro Mendes, em 2008, também para prefeito... Denúncias pesadíssimas que contribuiram não apenas para a vitória do "mal agradecido" Wilson Santos, mas também para invasão da PF na sede dos meu jornais, bloqueio de contas bancárias pela Receita Federal  e outras consequência financeiras bem danosas para mim.
===================

Em 2012, ingenuamente, por desconhecer antecipadamente o ESQUEMÃO TRAÇADO, um dos coordenadores da campanha de Lúdio Cabral, ansioso e confiante numa vitória do BOM RAPAZ, ao perceber a queda de Mauro Mendes nas pesquisas, reuniu-se comigo numa loja de conveniências, num posto de gasolina em Cuiabá, onde traçamos juntos algumas estratégias para acelerar ainda mais a queda do "BRUTO" já no primeiro turno.
===================
Valores acertados, datas definidas, faltava apenas o principal: o "bereré" para início da largada...

Dois dias depois, conforme combinado, no mesmo local, e com cara de desânimo, proferiu:


- Vamos ter que adiar o projeto, Ely. Eles acreditam que Lúdio passará para o segundo turno, com ou sem denúncias. E como até agora (isto antes do acordão para detonar o candidato petista) o lado de lá está mantendo uma postura correta, sem atacar, pediram pra você esperar... Mas tá tudo certo. Antes de novembro a gente detona o "Anjo Tarado"!!!

===================

No segundo turno, além de uma "compensação" pelo tempo de espera, ou seja, tempo perdido, ouvi do mesmo coordenador esta frase histórica:

- Vou ser sincero com você, Ely!... Se o Lúdio ganhar, Deus é grande e ele merece, será por méritos próprios!

 ======================
Extremamente agradecido, Mauro Mendes que durante a campanha fingia ser "inimigo" do governador Silval Barbosa, dias após eleito foi pessoalmente ao Palácio Paiaguás prometer convivência "pacífica" e intensificação de  "parcerias" entre prefeitura e governo, além de, reservadamente, agradecer ao apoio recebido na campanha eleitoral.
 

==============================================
==============================================
==============================================
NADANDO EM DINHEIRO!!!
=================
UM CONGLOMERADO FAMILIAR CRESCENTE, PODEROSÍSSIMO, FORTALECIDO POR AÇÃO DE "LARANJAS" E MISTERIOSAS SOCIEDADES INDO DE POLÍTICOS DA "OPOSIÇÃO" A CHEFÃO DA "MÁFIA DOS COMBUSTÍVEIS" EM MATO GROSSO!








Dinheiro jorra aos montes, sem fiscalização, sem travas, de diversas fontes do Governo Silval Barbosa, de caixas paralelos existentes nessas mesmas fontes (além daqueles usados oficialmente para "prestações" ao TCE, AL-MT e outros "fiscalizadores"). Não há dados diponíveis para 2012, mas só na área de comunicação, em 2011,  só Grupo Continental  faturou R$ 15,4 milhões. Oficialmente, registrados apenas R$ 4,1 milhões no transcorrer do mesmo ano, pulverizados entre as 26 empresas "associadas" ou legitimamente pertencentes ao grupo, de acordo com fonte do Cacetão Cuiabano, que já no final do ano informou crescimento para 58 integrantes. Em 2012, intensificando "ações", o número pulou para 86 (segundo inconfidências do secretário DE FATO da SECOM MT, Elpídio Spiezzi) e em 2013, com novas aquisições,  o grupo já é apontado como o maior de Mato Grosso, com 108 empresas espalhadas no Estado, incluindo aí a intrigante e misteriosa SOCIEDADE com o capo da "Máfia dos Combustíveis" em Mato Grosso, Aldo Locatelli, originando formação de um "Grupo Paralelo", com gráficas, jornais, emissora de TVs e de rádios, sites, etc. (VEJA MAIORES DETALHES ABAIXO). 

Gera muitos lucros e poder político em MT o conglomerado pertencente ao governador Silval Barbosa (afastado  provisoriamente dos negócios por questões legais) e também a primeira dama do Estado, Roseli Barbosa (sócia em outros emprendimentos com vários políticos do Estado, entre eles o o prefeito de Lucas do Rio Verde,  Otaviano Pivetta, do PDT, partido que diz ser oposição no Estado. Muito dinheiro  também de empresas constituidas e administradas por "laranjas" com atuações distintas em diversos setores, com grossos faturamentos em fontes como Educação, Saúde, Indústria e Comércio, Pavimentação, Saneamento, Trânsito, Habitações Populares,  INDO DE  construtoras a fornecedoras de fósforo, alho a  alcool, gasolina e computadores aos órgãos públicos estaduais. Uma mina de ouro inesgotável até 2014, razão pela qual o governador Silval Barbosa já optou em permanecer no cargo até janeiro de 2015, sem sair ao Senado ou qualquer outro cargo eletivo em 2014. Não é bobo!

E essa dinheirama toda, conforme denúncias do Supersitegood, do jornalista Marco Antonio,  e outros do Estado,   estaria sendo “esquentada” através de empresas de mineração (no interior de MT e no Pará - a família do governador possui altos investimentos na área de garimpagem!), principalmente de ouro. “As dragas estão bamburrando sempre!”, revelou  o deputado Ademir Brunetto, com base eleitoral em Alta Floresta, região onde o "casal imperial" possui alguns empreendimentos, dois deles em sociedade com o deputado Romoaldo Junior, líder de Silval na AL. Recentemente, em denúncia publicada na imprensa regional, Brunetto registrou a utilização do poderoso Grupo Continental e empresas sócias para fins espúrios, ou seja, denigrição da imagem dos opositores do governo no interior do Estado.

=========================
=========================
=========================


TEMENDO QUE O FILHO PRIMOGÊNITO TIVESSE MESMO FIM DO FAMOSO "PC FARIAS", GENITORES DE RODRIGO DA CUNHA BARBOSA O FORÇARAM A VIRAR "CANTOR SERTANEJO". AGORA, O COMPETENTE E JOVEM EXECUTIVO GASTA HORAS AFINANDO VOZ E VIOLA!



===============
Antes de dar os primeiros passsos na carreira artística, o "PC Farias de Mato Grosso" articulou gigantesco e misterioso acordo societário com o capo da "Máfia dos Combustíveis" em MT, Aldo Locatelli



PC FARIAS - 25JUN2009

O PC FARIAS original agia nas sombras, não gostava de ser fotografado e terminou assassinado em "Queima de Arquivo" ao lado de uma amante, na sua mansão em praia alagoana. Antes disso foi preso pela PF, publicamente humilhado... Barbosinha, o "PC Mato-grossense" também seguia à risca seus passos em negociatas milionárias em Mato Grosso, e não estava imune a tragédias do tipo.
Preocupados, pais do talentoso executivo o forçaram a virar Cantor Sertanejo. Agora (aparentemente) gasta horas afinando voz e viola!

"PC FARIAS" vira cantor!


Convencido pelos pais, Rodrigo Barbosa se lançou como cantor Sertanejo em 20012, após denúncias do seu envolvimento em negócios milionários da família...
----------------------
Mudou o visual (antes bastante formal, como nesta foto e noutra abaixo com amigos e o pai governador), passando a usar barba, bigode e vestir roupas joviais para agradar fãs do estilo sertanejo universitário.
.

O primogênito de Silval Barbosa , Rodrigo Cunha Barbosa, apontado até 2012 como o "PC Farias de Mato Grosso", agia nas trevas (odiava fotógrafos e cinegrafistas) através de "testas" e "laranjas", imitando exemplos do braço direito nas sujas negociatas do presidente Fernando Collor. Infelizmente, o PC original teve trágico fim, assassinado em Alagoas, num crime repleto de mistérios, não devidamente exclarecido até hoje, com todos os requintes de "QUEIMA DE ARQUIVO"... 


Pelo temor de que algo semelhante pudesse ocorrer a Rodrigo Barbosa, governador e primeira dama deram uma recuada, a partir das denúncias veiculadas pelo Cacetão Cuiabano em 2012, com grande repercursão no Estado e fora dele, determinando novo rumo para a vida do talentoso rapaz: ingressar no ramo artístico. Virar cantor. Embora a contra-gosto, o "ex-PC MT" passou a transportar um violão na bagagem, afastando-se nos negócios perigosos da família (ou pelo menos é o que se comenta nas rodinhas palacianas), e gasta horas em conservatório tentando afinar a voz para gravar CDs e "estourar" a nível nacional.

Mas antes disso, um dos grupos comandados por ele - Barbosinha (o CONTINENTAL, no ramo de COMUNICAÇÃO) estava arrematando tudo da área no Estado, já sendo apontado em 2012 como dono ou "arrendatário" de 86 empresas no Estado. E o LISTÃO continuava em fase de crescimento.  
Num "ACERTÃO" pra lá de misterioso com o "CAPO" da Máfia de Combustíveis no Estado, Aldo Locatelli, amigo e admirador de Pedro Taques, uma sociedade paralela foi formada para constituição de um outro grupo de comunicação que não levasse a assinatura dos Barbosas.

Aí então, numa jogada de mestre, a peso de milhares de moedas de ouro, foi contratado um "Excpert" em arranjos diabólicos, jogadas milionárias e  também na área de comunicação, sua origem batismal. Nome da fera: Lino Rossi. Comunicador competente e ex-deputado federal envolvido em muitos escândalos, dentre eles o da "Máfia dos Sanguessugas".

Com Lino e outros cobras a frente do novo grupo, que pra disfarçar dá todo apoio ao senador Pedro Taques e amigos correligionários, foi adquirida de cara duas grandes gráficas na Capital, a Print e Defanti, pertencente a um grupo familiar, que por sua competência continuou a frente dos empreendimentos (como "laranjas"), agora turbinados por milhões de dólares extras. Precisavam delas para campanhas políticas e outros trambicões volumosos no Governo.

 As novas aquisições do "Grupo Paralelo" continuaram a todo vapor, incluindo aí a compra do Grupo Folha do Estado, em Cuiabá, que também permanece com a antiga diretoria no expediente, "pra disfarçar".  Ampliou o  grupo MEGA FM, com uma emissora na Capital e cinco no interior do Estado, tendo a frente os "laranjas" e cantores da dupla sertaneja 2 a 1. Aquisições extras, de 2012 para cá, indicam posse de 38 empresas pelo "GP", incluindo jornais semanários, emissoras de rádio AM e FM, sites e oito novas emissoras de TV, uma dela a TV Pantanal, breve em funcionamento em rua transversal atrás da TV Brasil Oeste, em Cuiabá.
=========================
==========================
==========================
TRAMBIQUE NA "ADJUNTA" "Papai Noel" bem remunerado e com "carta branca" a serviço dos Barbosas


Aroldo Souza
Secretário Aroldo Souza, a serviço do Conglomerado Familiar na SECOM


Se por um motivo ou outro o leitor quizer se esconder do  secretário-adjunto da SECOM MT(um dos mais antigos funcionários das empresas da Família Barbosa, nomeado para o cargo justamente para facilitar ainda mais "as coisas"), refugie-se num dos gabinetes da afamada Secretaria de Comunicação. Sua função, conforme fonte do Cacetão Cuiabano, tem sido "carrear recursos" para sites, emissoras de rádio, Tvs, jornais, gráficas e revistas pertencentes ou por recentes "adesões" extremamente ligadas ao mega-grupo de comunicação CONTINENTAL. No interior, Aroldo já ganhou o honroso apelido de "Papai Noel".

Nenhum comentário:

Postar um comentário